Skip to main content

[Opiniões] - "As Cinquenta Sombras de Grey" de E.L. James

"Tenho perfeita consciência de que é um caminho sombrio para o qual te levo, Anastasia, razão pela qual quero que penses acerca disto. Tens de ter perguntas."

"- Dorme, doce Anastasia - murmurou, e eu fechei os olhos, sem conseguir evitar sentir uma réstia de melancolia, fosse pela música, fosse pelo comportamento dele. Christian Grey tinha um lado triste."

"Eu voltei a viver desde que te conheci. - Percorreu-me o contorno do lábio inferior com o polegar."

Podem ver a sinopse e o primeiro capítulo,
aqui.

Opinião 


Já tinha este livro há mais de dois meses. Ouvi falar dele, pelos blogues fora, na altura da “febre” despoletada pela sua publicação e respectiva divulgação, e comprei-o. A bem dizer, devo referir que ambas foram feitas de uma forma que nunca vi acontecer com nenhum outro livro, independentemente do género. 

Na capa (esta foto não é da minha autoria, retirei-a deste site), encontrei um post-it disposto de uma forma curiosa que dizia “Sim, este é o Livro de que toda a gente está a falar”. Isso aliado ao presunçoso slogan “Porno para mamãs” a que ficou associado e a sinopse misteriosa q.b., foi o bastante para me convencer. Acho que o seu ingrato objectivo foi cumprido. Até porque a capa, apesar de misteriosa, não é nada de especial. Percebe-se pelo seu conteúdo, mas para os futuros leitores não passa de uma gravata cinzenta disposta na diagonal e que realça o título “Cinquenta Sombras”.E eu só pensava: “Caraças, tanto alarido por causa disto? Volta e meia deve ser uma grande treta.”. Bom, ainda penso que o alarido foi exagerado, mas o facto é que acabei por gostar do livro, por me apaixonar pelo enredo e pelas personagens, principalmente por aquela cujo nome figura no título: Grey. 

Como já disse gostei do enredo. É enigmático, não é composto por cenas eróticas e sexuais – embora as tenha, pois o livro enquadra-se no género erótico e, aqui, devo dizer que não achei que tenham sido assim tantas como dizem, mas opiniões são opiniões. Mas esta é a minha e, de facto, não considero que a autora tenha exagerado. Pelo menos, não neste volume! E ainda bem, porque as “relações” devem ser bem mais do que isso. 
 
Gostei das personagens principais, embora tenha de dizer algumas coisas negativas que iam fazendo com que os meus olhos quase saltassem das órbitas: 

Os dois próximos parágrafos podem conter spoilers

- Anastasia Steele é demasiado ingénua e isso irritou-me um pouco ao longo da leitura. Sem esquecer das vezes que a rapariga cora! Ao longo das páginas - e já falei sobre isso com alguns seguidores – eu só pensava: “mas a miúda não tem uma base para disfarçar o rubor? Credo!”. É que não era uma, nem duas e nem sequer três vezes por página! Muitas vezes, era em cada parágrafo.  Num lia “Corei” e depois noutro “Corei.” e noutro ainda “Corei.” E a minha mente não parava nos próximos: “deixa-me adivinhar, querida: coraste? E, bom… sim, lá estava a célebre palavrinha: “Corei.”… Não teria tanta pontaria mesmo se fizesse por isso. Não que fosse difícil, mas enfim!
Um terceiro ponto que também não gostei foi da sua Deusa Interior. Juro-vos, eu já imagino a adaptação do filme que (não) vão fazer: uma mulher toda formosa – tipo Deusa Grega - a bambolear-se pelo sofá e pelo quarto e aos saltinhos de volta dela cada vez que a rapariga fica excitada! Sem comentários, a sério!

- Gostei do Grey. É um homem triste, melancólico, que procurou uma fuga para o que sentia e os medos que o atormentavam. Let's face it: podia ser pior. Podia ter-se tornado num assassino sem escrúpulos! Seria melhor para os que criticam as cenas de sexo e pior para os que realmente gostam do livro... Mas não. Apenas tem um fraquinho (e que fraquinho!) por BDSM.  Fiquei babada pelos poucos pormenores revelados do seu passado tormentoso, embora não tenham sido todos revelados neste volume e algumas pontas tenham ficado por atar. Não tenho muito mais a referir sobre ele, apenas que a sua preocupação com Anastasia é breathtaking, de cortar a respiração mesmo, adorei. 


Outro spoiler:


Fartei-me de rir nas cenas de sexo! Por duas razões:


1ª - Sempre que o Grey sacava dos preservativos, da forma como E.L. James escreveu, eu só imaginava preservativos a saltarem e a espalharem-se pelo chão! A sério... Não estou a brincar! Foi tão engraçada a forma como ela descreveu... enfim! Ao menos, segurança não faltou. Se bem que se formos a ver pelo ponto 2... hum! Neste ponto, fico-me por aqui! 

- Então o Grey corta/rasga a embalagem com os dentes? Whaat?? Alguém faltou às aulas de Educação sexual...  aiai! (desculpem colocar desta cor, mas é a única que se vê e realça, sem ser o vermelho. Realmente ainda pensei nisso em jeito de homenagem ao "Quarto Vermelho da Dor", mas achei muito piroso e infantil e não gosto de vos ferir os olhinhos...).

O Quarto Vermelho da Dor é o quarto de Prazer do Mr. Grey... Não vamos, neste caso, não vou falar sobre isso!... É ridículo demais!

Continuando, no todo… a tradução tem falhas, mas sei que não se podem fazer milagres quando o original também não está no seu melhor. Não li o original, li apenas as primeiras linhas e chegaram-me. Os tradutores devem ter tido imensas dores de cabeça, mas pronto, é a vida! Não gostei de certas palavras - do calão – que foram empregues. Queca, foda e etc… enfim, vou citar a Ni (Tertúlias à Lareira), porque tenho a mesma opinião: “não me excitam minimamente, aliás acho ridículo e que faz com que o livro perca algum do valor que tem.” e que poderia vir a ter, principalmente para pessoas que não se interessem pelo tema/género. Outro ponto ainda sobre o léxico... é pobre, repetitivo, não traz nada de novo aos leitores, sejam eles compulsivos ou não. Pode aborrecer quem lê... Eu, como sou masoquista, lá li e gostei da história.

Gostei do romance - do pouco que este volume mostrou em relação a este aspecto – chorei nas últimas páginas. Foi too much drama, admito, mas não deixei de apreciar como romântica incurável que sou (ou, talvez seja tolinha, ainda não sei bem!)

Não sabia o que esperar desta leitura, por mil e um motivos – por não ser um dos géneros que mais leio e pelas críticas negativas que ouvi – e acho que foi por isso que fiquei surpreendida por ter gostado tanto: porque não criei quaisquer expectativas positivas para este livro. Até estava a pensar em livrar-me dele depois da sua leitura. Escusado será dizer que continua na minha estante e, para os mais atentos, creio que se tornou visível – já li o segundo. 

Foi difícil distanciar-me não revelando pormenores a mais, nem referindo as críticas (positivas/negativas) que tenho a fazer em relação ao outro, mas acho que consegui… Digam-me vocês!

No geral, é um romance cujo enredo foi bem pensado, mas falha muitíssimo na escrita. É simples. Às vezes, demasiado, mas nada que não se consiga ultrapassar. Inclui romance, erotismo, BDSM (embora não tanto como se possa pensar à partida), fala sobre receios e como o nosso eu presente é influenciado pelo eu passado, assim como nos mostra que basta apenas uma pessoa para mudarmos. 

Gostei muito e não parei de ler enquanto não o acabei (só para dormir umas míseras horas). 

***

Vá, venham daí esses comentários haters... Não sou a primeira a ler e a opinar e certamente não serei a última alvo de chacota e de comentários do género, por isso, estou preparada. Venham eles!

Comments

  1. Ivonne,adorei...
    Nem calculas as vezes que me ri enquanto lia a tua opinião. Fico contente que,apenas das falhas do livro, tenhas gostado. Também adorei, mas não vou ser cínica e dizer que é perfeito. Espero que para o segundo livro faças uma opinião tão engraçada como esta. xD

    ReplyDelete
    Replies
    1. Olá Ana ;))

      Obrigada pelo comentário!
      Ainda bem que te riste, eu também me ri ao escrevê-la!
      Sim, não é nada perfeito, mas entretém - lá está, cumpre o objectivo ingrato a que se propôs!
      A opinião do segundo está para sair em breve eheh ;) escrevi-as no mesmo dia, por isso, pode ser que gostes eheh!

      Beijinho*

      Delete
  2. Muitos parabéns pelo artigo, adorei o teu texto, e já me fartei de rir. Como já disse, eu ainda vou ler este livro até ao fim, tenho de encontrar o mood certo e o espaço na agenda ehehe. Também comprei o meu na altura da febre, tudo corria bem, até que...parei pela página 165 e nunca mais voltei a continuar, por agora, a leitura. No fundo, até onde li [ e se calhar abusei na leitura de spoilers, o que me levou a diminuir o interesse] concordo em absoluto contigo, achei a Anastacia demasiado "insonsa" e "naif" para uma estudante universitária do século XXI, a Deusa Interior irritou-me, e acho a escrita muito "em bruto", muito me admira que os editores nao tenham notado o mesmo que eu, por isso deduzo que os nossos tradutores se devem ter visto bastante aflitos, traduzir um texto mau é bem pior que traduzir um texto bom, believe me. Vou ler a saga quando já não for moda ehehe. I Promess to my inner Godess! :) (Isabel Alexandra]

    ReplyDelete
    Replies
    1. Obrigada Isabel pelo teu comentário!

      A escrita melhora no 2º, acredita. Não muito, mas sempre é melhor que nada!
      Se prometes à tua Deusa Interior, está bem eheh :DD Encontra lá o mood e depois diz alguma coisa!

      Delete
  3. eheheh gostei da opinião!! E partilho dela, excepto na deusa interior que até achei graça!! Não é um livro aí por além mas serve bem o propósito, entreter sem cansar! Tb acho quer não é tão escandaloso como dizem, sim tem alguma cenas mais eróticas mas nada de ordinário.

    ReplyDelete
    Replies
    1. Obrigada pelo comentário Arttemizza!

      A deusa interior é engraçada, mas até certo ponto...! Depois cansa lol xD mas o entretenimento, no geral, não é nada cansativo!
      Quanto às cenas eróticas não são ordinárias, de todo!
      beijinho*

      Delete
  4. Gostei da tua opinião, diz o essencial acerca deste livro. Eu claro que adorei a história e enquanto não terminei os três livros não descansei!! Foram contangiantes!!!

    ReplyDelete
  5. A tua opinião está o máximo :) :)

    ReplyDelete
  6. Olá querida,
    olha confesso que este livro nunca me atraiu, nao sei porquê é daquelas embirrações que temos e ao ler a tua excelente opinião (adorei mesmo) decidi que nao quero definitivamente ler! Acho que os aspectos negativos que focaste são mais que suficientes para mim.

    beijinhos

    ReplyDelete
    Replies
    1. oh :( é pena, Vera!

      Sim, tem alguns pontos negativos e se não os dissesse, estaria a ser hipócrita e não cumpria o objectivo da opinião: ser sincera.

      Mas fora os pontos negativos, tem alguns positivos e entretém bastante! Tem uma história muito comovente por trás.

      Tenho mesmo pena que tenhas decidido isso pela minha opinião :/

      beijinhos*

      Delete
    2. não foi só a tua opinião nina, é por tudo o que já li sobre o livro e a tua opinião foi uma ajuda, alias é esse o proposito não é? mostrar as coisas com sinceridade para quem não leu poder decidir se vale a pena ou não. eu gostei imenso da tua opinião que por focar todos os aspecto vale mais que outras que já li só a engrandecer este livro.
      Beijinhos

      Delete
    3. É pena por se estar a influenciar por uma opinião que não passa disso mesmo... Opinião... E nem todos temos as mesmas! Para ver se realmente tem razão aconselho a ler... É qualquer coisa! Leia o 1º. Vai ficar agarrada à história. E se o livro fosse muito mau a pessoa que deixou um enorme texto argumentando algumas "falhas" não o teria lido até ao fim! Pense nisso.

      Delete
    4. Olá Anónimo!

      Agradecia que quando viesse opinar no meu blogue - ou melhor, responder a um comentário - não se dirigisse a mim como "pessoa que deixou um enorme texto..." etc etc. Ainda para mais como anónimo. Viva a liberdade de expressão. Não tenho nada contra.

      O ser grande (enorme como disse) ou pequeno nada tem a ver com as falhas que enumerei. Apenas opinei sobre o que achei do livro.

      Eu gostei do livro, gostei mesmo. Mas iria opinar e dizer que era óptimo? Ou que "é qualquer coisa"? Sim... é! Mas iria dizer que era isento de falhas, sem qualquer tipo de justificação, e depois a pessoa ler e ver que afinal a minha opinião não é credível? Não me parece. Limitei-me a enumerá-las e a justificar o que achava.

      Mas tem razão quando diz que, por enorme que seja o texto argumentando algumas "falhas", as pessoas não devem deixar de ler e retirar as próprias conclusões. Principalmente porque, para além das falhas, eu gostei do livro. E um dia depois li o segundo volume.

      Para além de que nunca se deve criticar sem ler. Mas isso sou eu. Sempre que quero criticar, leio primeiro e só depois digo o que penso. A Vera embirrou com o livro, pronto. Há coisas assim...

      Não considero o seu comentário "hater", mas que me fez rir, fez. Deu-se ao trabalho de ler o que escrevi e de ler as opiniões e - MELHOR AINDA, isto melhora a cada passo - de responder a uma das minhas leitoras. Se fosse isento de segundas intenções (que é óbvio que não é), agradecia-lhe sinceramente. Como não é, apenas lhe digo obrigada por ler a opinião (se é que a leu) e responder a uma das minhas seguidoras. Não é competência sua, principalmente quando não sabe os motivos para a Vera não gostar... mas pronto, fico-me por aqui que esta resposta já vai longa.

      Obrigada, mais uma vez, pelo seu comentário.

      Delete
  7. Não li os spoilers, mas confesso que também não percebo o porquê de tanto alarido xD

    ReplyDelete
  8. Alarido em relação ao livro ou à opinião da Ray?

    Anyway, gostei da opinião, que foca os pontos negativos e positivos do livro.
    Eu sinceramente ainda não me decidi a ler a trilogia. Tenho os livros por aqui, mas não sei! Há algo que me diz para não lê-los. E quanto mais opiniões leio mais dificuldade tenho em me decidir.

    Oh well, veremos.

    Ray, parabéns pela tua opinião. Gostei bastante.

    ReplyDelete
    Replies
    1. Obrigada Marisa ;)

      Acho que a Catarina se estava a referir ao alarido em relação à obra! ;))

      Marisa, eu também estava indecisa em ler, mas como tinha comprado, despi-me de preconceitos ou de ideias preconcebidas e decidi-me a ler. Normalmente, quando o faço, acontece o que aconteceu com grey: acabo por gostar imenso!

      Só tu podes decidir, mas tenta dar uma oportunidade. Pelo menos, ao primeiro livro. E ressalvo - é para ler sem preconceitos! Não é um género que seja apreciado por todas as pessoas, mas tem outros elementos para além do erotismo!
      É como dizes: veremos! se depois te decidires a ler, avisa ;) eheh

      Um beijinho* e obrigada pelo comentário!

      Delete
  9. Alô Ray. Li muito por alto a opinião porque tem vi o teu aviso sobre os spoilers. Olha, no início pensei mesmo que isto não iria ser algo com o qual fosse perder tempo, mas já muita gente me pediu para ler o livro, pelo que vou fazer a vontade a essas pessoas. Não vai ser para já, mas conto depois ler a tua opinião com mais atenção! :D

    ReplyDelete
    Replies
    1. Olá Filipa, obrigada pelo comentário!

      Não há nada melhor do que tirarmos as nossas próprias conclusões! Se não gostarmos, ao menos, já podemos falar mal à brava com justa causa! eheh

      Eu gostei, mas referi os aspectos bons e maus! :DD

      beijinho*

      Delete
  10. Ray, li as tuas duas opiniões sobre os dois volumes da triologia!!! E adorei! Também adorei os livros e ando a contar os dias para o 3º sair... é bom saber que não sou a unica que não achou muita piada a deusa interior! Enfim! Bom trabalho, beijo. :D

    ReplyDelete
    Replies
    1. Catarina, obrigada pelo teu comentário! E fico muito contente por teres gostado!

      Eu também ando a contar os dias para ter o meu na mão! Não vejo a hora!
      E quanto à Deusa Interior, pode ser que melhore no 3º...

      Obrigada, mais uma vez,

      beijinho**

      Delete
  11. Grande opinião, está muito boa! Concordo contigo na grande maioria, acho que a personagem Anastasia tem algumas falhas, principalmente em comparação ao Mr. Grey :) Ainda, gostei muito do livro. Vou começar o 2º! beijinhos

    ReplyDelete
    Replies
    1. Obrigada pelo teu comentário *.* nem sabes o quão feliz fico por ler tão boas reacções às minhas opiniões!

      Depois diz-me o que achas! eheh :D

      beijinhos**

      Delete
  12. Ainda não li o livro, nem tenho os outros dois.. mas também não criei expectativas em relação a ele.. tanto que já o tenho na estante há mais ou menos 6 ou 7 meses e ainda n pequei nele... no entanto, como já tenho lido outros livros de BDSM, acho que não tarda eu começo a leitura...

    Adorei a tua opinião e só não me ri mais porque estou no escritório :p

    ReplyDelete

Post a Comment

Deixa aqui as tuas epifanias ^^
A gerência agradece :)

Popular posts from this blog

Contos| 5 ideias para escrever

Depois de um mês que foi um D E S A S T R E, surge Março com a luz ao fundo do túnel. 
Ainda estou doente, mas se não me puser de pé o corpo e a mente habituam-se ao bem bom da caminha e não pode ser. Chega de mandriar. De pé, decidi escrever. Como se uma coisa tivesse a ver com a outra...
Eu repito: decidi escrever. Em 2013 terminei o meu primeiro draft e fiquei com menos um esqueleto na gaveta com a promessa de reduzir os restantes. Em 2014, peguei-lhe e dei-lhe uma volta de 180º, integrei muitas coisas, novas situações, personagens, twists, mas... achei que ME faltava algo enquanto escrevinhadora, talvez mais experiência como leitora. Vai daí, deixei as ideias em lume brando e dediquei-me à leitura; li de tudo, li muito, li livros pequenos e grandes, em português e inglês, físicos e e-books. 
Em 2015, propus-me a terminá-lo. E quem anda nas ruas do editanço e etc e tal, sabe como funciona. Aiiii, que isto está tão bom. Hãããn qu'é que andaste a beber?!?! Está horrível! Fui eu que e…

"A Grande Revelação", de Julia Quinn

Goodreads
Opinião
Quando se trata de Julia Quinn, não consigo ser imparcial. Não, correcção: não sei ser imparcial. Para falar a verdade, não que o seja nos outros livros que leio, mas com esta autora é diferente.
Este livro é especial, por muitos motivos. Um deles é ter revelado o GRANDE segredo que é absolutamente fenomenal. Ainda outro prende-se pelo dom que ambos os protagonistas têm em comum. Um gosto que também é o meu... e não, não vou dizer qual é porque seria um spoiler de todo o tamanho. Esperei muito tempo – talvez umas duas semanas para comprar o livro que eu pensava que sairia a dia 27 de janeiro, e mais duas semanas para comprá-lo efectivamente depois do lançamento - mas, puf, isto não é nada certo? Nada, comparado com os meses que ficarei à seca à espera do 5#, oh dear Lord…Focando a história, que isso é que importa, tinha muitas expectativas sobre ela. Quando lemos um ou dois livros de uma dada autora, ainda é como a outra. É novidade e, por gostarmos tanto, tanto, tanto,…

yWriter

Nota aos LeitoresDecidi partilhar algumas dicas, programas, sites, etc que me têm ajudado a desempenar na escrita. Incrível foi eu já ter este post escrito e agendado e alguém me dizer: tenta usar a escrita e o blogue como "testemunho" e não como "confidência". Por isso, eis-me aqui... com uma dica que me tem realmente ajudado! 
 *

Utilizo este programa há uns anos e só tenho coisas boas a dizer!

O que é yWriter?