Skip to main content

Quickies 1#

Em jeito de opinião...

Beholden to the Throne (Empire of the Sands #2)
O Xeque Atormentado (Goodreads)
Neste livro, tudo acontece muito rápido. A química é quase nula, não dá tempo para apreciarmos certos acontecimentos (típicos da cultura) e as parte eróticas, meu deus!, o que foi aquilo? Não estou habituada a ser tudo tão… frio. Foi giro ver algumas tradições, mas estas mais uma vez foram rápidas, não deu tempo para nos afeiçoarmos e para prestarmos atenção aos detalhes. O romance – já falei na química – é rápido, como costuma acontecer nestes romances leves. Neste caso, foi um ‘preciso de uma noiva, gosto da ama, pode ser ela’. Meh. Fraquinho.

06.02.2014 
2*


Greek's Forbidden Bride (Harlequin Presents Extra Series
A Noiva Proibida (Goodreads)
Este livro... 
Referi alguns pontos que pretendia abordar numa opinião mais completa. Contudo, sobre este género de livros não há muito a dizer, quase nada a analisar, mesmo que a minha análise seja fraca em qualidade e repetitiva em conteúdo.
Começa mal, com uma exposição do protagonista que me aborreceu de morte. 
A desconfiança de Theo em relação à noiva do irmão, a protagonista Abby, arrastou-se durante páginas. DUPLA seca. 
Ia a meio do livro, e os meus olhinhos já tinham uma trombose... expressões como 'porém', 'no entanto', 'contudo' vemo-las aos pontapés, tanto no discurso directo como indirecto. Não sei se foi da tradução se do original, mas ficou horrível. 
Apesar da desconfiança, por alma e graça do espírito santo, Theo fica atraído por Abby, que para mal dos seus pecados corresponde...
O irmão (cujo nome se evaporou) tem um segredo, ui!, que segredo. Previsível até dizer chega.
Depois do regresso a Londres, foi tudo muito rápido, arrancou-me alguns suspiros, mas não me convenceu infelizmente.
07.02.2014 
1,5*


Dentro e fora da cama
Dentro e fora da cama (Goodreads)
Ao longo desta leitura, só pensava em chegar ao fim. Tornou-se um bocadinho penosa, porque a cada página tropeçava em sexo. Tal como o título indica, ele existe de todas as formas e feitios, dentro da cama, fora dela, ao lado, em cima, em locais públicos, enfim... houve inclusive um ménage... Já não aguentava tanto sexo sem um bocadinho da história de ambos. 
Dan parece só existir para dizer a Ele que 'ela quer' as coisas (quando na verdade quem quer é ele...), isto assim assumiu-se-me com um traço dominador bastante vincado, apesar de só ter sido esse o senão em relação a ele. Ah, isso e a pouca história por detrás da personagem, embora vejamos certas situações que o deixem vulnerável. Fora isso, é um bom homem – e podre de bom, claro está - que todas as mulheres gostariam de ter na sua vida e na sua cama.
Quanto a Elle, demorou muito a descortinar o passado dela. A certa altura, já dava para ver o que era, as apostas eram imensas cada uma mais estapafúrdia que a outra, mas não me convenceu muito. 
Estive entre as duas e as três estrelas, mas em comparação ao outro da autora – A Amante Imaginária – este ficou muito aquém das expectativas. Gostei da escrita, Megan Hart tem uma escrita muito boa, rica em detalhes, embora às vezes se perca um bocadinho em coisas que para mim não foram interessantes. Deixo aqui uma frase que gostei muito:
"Abandonar uma tarefa inútil e carente de sentido não é desistir.". 
13.02.2014 
2*

Comments

Popular posts from this blog

Contos| 5 ideias para escrever

Depois de um mês que foi um D E S A S T R E, surge Março com a luz ao fundo do túnel. 
Ainda estou doente, mas se não me puser de pé o corpo e a mente habituam-se ao bem bom da caminha e não pode ser. Chega de mandriar. De pé, decidi escrever. Como se uma coisa tivesse a ver com a outra...
Eu repito: decidi escrever. Em 2013 terminei o meu primeiro draft e fiquei com menos um esqueleto na gaveta com a promessa de reduzir os restantes. Em 2014, peguei-lhe e dei-lhe uma volta de 180º, integrei muitas coisas, novas situações, personagens, twists, mas... achei que ME faltava algo enquanto escrevinhadora, talvez mais experiência como leitora. Vai daí, deixei as ideias em lume brando e dediquei-me à leitura; li de tudo, li muito, li livros pequenos e grandes, em português e inglês, físicos e e-books. 
Em 2015, propus-me a terminá-lo. E quem anda nas ruas do editanço e etc e tal, sabe como funciona. Aiiii, que isto está tão bom. Hãããn qu'é que andaste a beber?!?! Está horrível! Fui eu que e…

"A Grande Revelação", de Julia Quinn

Goodreads
Opinião
Quando se trata de Julia Quinn, não consigo ser imparcial. Não, correcção: não sei ser imparcial. Para falar a verdade, não que o seja nos outros livros que leio, mas com esta autora é diferente.
Este livro é especial, por muitos motivos. Um deles é ter revelado o GRANDE segredo que é absolutamente fenomenal. Ainda outro prende-se pelo dom que ambos os protagonistas têm em comum. Um gosto que também é o meu... e não, não vou dizer qual é porque seria um spoiler de todo o tamanho. Esperei muito tempo – talvez umas duas semanas para comprar o livro que eu pensava que sairia a dia 27 de janeiro, e mais duas semanas para comprá-lo efectivamente depois do lançamento - mas, puf, isto não é nada certo? Nada, comparado com os meses que ficarei à seca à espera do 5#, oh dear Lord…Focando a história, que isso é que importa, tinha muitas expectativas sobre ela. Quando lemos um ou dois livros de uma dada autora, ainda é como a outra. É novidade e, por gostarmos tanto, tanto, tanto,…

yWriter

Nota aos LeitoresDecidi partilhar algumas dicas, programas, sites, etc que me têm ajudado a desempenar na escrita. Incrível foi eu já ter este post escrito e agendado e alguém me dizer: tenta usar a escrita e o blogue como "testemunho" e não como "confidência". Por isso, eis-me aqui... com uma dica que me tem realmente ajudado! 
 *

Utilizo este programa há uns anos e só tenho coisas boas a dizer!

O que é yWriter?