Skip to main content

Posts

Showing posts from January, 2014

Plano de compras ~ 2014

Encontrei esta ideia no Páginas Encadernadas, mas foi originalmente criada pelo Página a Página. 2013 foi um ano em que fiz algumas compras, mas não me organizei e não consegui perceber quanto gastei, quanto poupei e por aí fora. Esta é uma excelente iniciativa e a partir de agora, vou adoptá-la. 

COMPRAS: 3Valor gasto: 33,35€LIVROS PARA OFERECER: 1
Valor gasto: 3,98€LIVROS VENDIDOS: 4
Valor ganho: 36€LIVROS RECEBIDOS: 1
Valor Poupado: 16,90€LIVROS EMPRESTADOS: 2
Valor Poupado: 32€TOTAL GASTO EM 2014 (COMPRAS + PARA OFERECER): 37,33€TOTAL POUPADO EM 2014 (LIVROS RECEBIDOS+ LIVROS EMPRESTADOS): 48,80€TOTAL GANHO: 36€SALDO FINAL (TOTAL GASTO - TOTAL GANHO): (+) 1,33€
Não contei com o € poupado... 

Será...?

Não me recordo da última vez em que fiz isto, ou se o fiz... mas para finalizar Janeiro, com um total de 10 livros lidos (um deixado a meio), vou ver se consigo disciplinar-me :D

PLANO DE LEITURA ~ FEVEREIRO


Tenho outras em vista, mas por enquanto estes figuram nos que quero muito, muito ler :D
E vocês?

"Cobiça", de J.R. Ward

Goodreads

Opinião
Este livro foi-me emprestado pela Soraia – obrigada! Já li o livro há uns dias e não quero que aconteça o mesmo que no ano passado – deixava passar semanas e depois não sabia o que dizer, por isso aqui vai.

Primeiro: na sinopse diz que Jim Heron é um anjo caído. Durante a leitura, fiquei com a sensação de que tinha deixado escapar informações importantes e esquecido realmente a definição de anjo caído, que verdade seja dita acho que nunca vim a saber muito bem. Fui à wikipédia. Ora um anjo caído pode ser um anjo que caiu do paraíso ou um anjo que cobiça mais poder e se entrega ao lado das trevas. Pelo que vi, Jim Heron é um tipo que morreu – em circunstâncias algo forçadas, a meu ver – e foi parar às portas do paraíso onde encontrou quatro anjos.
A) Não chegou a entrar no paraíso e é-lha dada uma missão – a de salvar sete almas, sendo a primeira a de Vin diPietro - se for bem-sucedido pode voltar a viver. Dado que a autora não deu uma definição propriamente explícit…

[Aquisições] Janeiro '14

Depois das últimas aquisições terem sido uma corrente- que-nunca-mais-acabava, este mês estou a fazer as coisas certinhas.


Acasos do Amor, de Juliete Fay, foi oferta da minha mãe. Não estava à espera de ser tão grande, mas espero poder vir a lê-lo em breve. Adoro a capa e a sinopse. 
Amor e Enganos, de Julia Quinn, é o terceiro volume da série Bridgerton e, com apenas três livros lidos desta autora, eu apaixonei-me por ela. Comprei-o online, em segunda mão e veio em muito bom estado. Podem ler a opinião, aqui.

A Filha do Barão, de Célia Correia Loureiro, foi publicado este mês e conta com a chancela da Marcador. É um romance histórico que, segundo as opiniões que tenho ouvido, tem muita qualidade e consistência.

Leituras - Janeiro '14

Este mês, mesmo com exames - acho que a forma correcta é principalmente com exames - consegui estabelecer o meu recorde! Há muito tempo que não lia tanto num mês.  Infelizmente, não quero agoirar a coisa, não vá o diabo tecê-las e depois não ler mais nada o resto do ano, por isso vou ficar caladinha e ficar apenas a observar. 

Comecei o ano com uma leitura que tinha a certeza de que ia gostar e não podia ter feito uma melhor opção. Peripécias do Coração, de Julia Quinn, é o segundo volume da série Bridgertons e merece todo o brilhantismo e falatório da qual tem sido alvo. (Opinião). Relativamente a O Beijo Encantado, de Eloisa James, pensei que fosse melhor. Sendo do mesmo género que o da Julia Quinn, as minhas expectativas estavam bastante elevadas e acabaram por sair goradas. (Opinião). A Herdeira Acidental,  de Vikas Swarup, também foi um livro que me fez criar altas expectativas e, infelizmente, o tiro saiu-me pela culatra. Odiar é uma palavra forte e evito usá-la, mas não houve…

"A Melhor Quinzena de Um Século de Vida", de Vero Lua Melo

Esta opinião não foi revista. Qualquer erro, ignorem. Se não puderem ignorar, peço desculpa. Até me apetecer, não vou rever. *Que mazinha* :P
Título:A Melhor Quinzena de um Século de VidaEditora/Edição: Chiado Editora/ Setembro de 2013Páginas: 366Sinopse: GoodreadsOpinião
O livro foi-me emprestado pela Soraia, autora do livro Ligação. A suaopinião expressa bastante bem o que senti ao longo das 125 páginas que li das 366 que compõem o livro na sua totalidade.Assim que o livro saiu, a capa e a sinopse atraíram a minha atenção. E mesmo depois de ter lido duas opiniões negativas, apaguei-as da minha mente. Que eu era masoquista, isso eu já sabia, mas às vezes a panca é maior e eleva a fasquia. Este livro conta a história de Amália, que acaba de ficar desempregada e tem a oportunidade de passar 15 dias a viajar, começando por Nova Iorque. Durante a viagem conhece Eurico, um português oriundo de Coimbra. Bom, do que eu li – e ressalvo que li até à página 125 e passei para o final e já vou ex…

[Novidade] "Heroína", de Helena Duque

Raramente faço divulgações desta, mas veio de um pedido especial, por isso aqui fica. A verdade é que também sinto curiosidade... a ver se o conseguirei ler.
Quando Maria Alice de Castro enfrenta uma nova fase da sua vida, o seu mundo sofre uma acidentada reviravolta com um reencontro inesperado. De olhos azuis, cabelos loiros e uma postura vincada, Ricardo Martins surge com os fantasmas antigos e revela-se tão irresistível como ela se lembrava. No entanto, Ricardo faz parte de um passado que Maria Alice deseja esquecer por todos os transtornos que sofreu desde então.
O que Maria não compreende é que, por trás daqueles acontecimentos obscuros que partilhou com Ricardo, existe uma história que pode justificar as acções que tanto a magoaram.
Presa a um presente idílico, recusa-se a ouvir a voz do passado – e, quando ela menos espera, pode ser tarde de mais para voltar atrás nas suas decisões.------------------------------------------------------------------------
Lançamento: dia 1 de Fev…

"O Resgate do Tigre", de Colleen Houck

Título Original: Tiger's Quest (The Tiger Saga 2#)
Título:O Resgate do Tigre (A Saga do Tigre 2#)Editora/Edição: Porto Editora/ Maio/2013Páginas: 416Sinopse: GoodreadsEste volume foi uma desilusão, em comparação com o primeiro. No entanto, pela cotação que dei no goodreads, ninguém diria e, por isso, passo a explicar. Se tivessem cortado as primeiras 150 páginas  teria sido melhor. [Spoiler] Kelsi voltou para os EUA e sai com uma data de rapazes ao mesmo tempo para tentar esquecer Ren ou provar que é capaz de seguir em frente. [Fim de Spoiler] Para mim, tudo o que aconteceu nessas páginas foi palha. O restante livro não melhorou, mas já lá vamos. No primeiro, apesar das 5* (era uma ingénua, na altura,adorei!), critiquei pelo fraco avanço nesse patamar, esperava ter visto mais romance entre Kelsi e Ren e apenas se viu uns beijinhos. Neste, apesar de também não ter passado disso, foi demasiado. Muito de volta dos encontros iniciais da Kelsi com rapazes desconhecidos, o reencontro com…

"The Morning After", de Sally Clements

Título:The Morning AfterEditora/Edição: Fevereiro/2012Páginas: 159Sinopse: Goodreads
Este é o primeiro que leio em inglês em 2014 e o primeiro depois d’O Principezinho, lido em Dezembro de ‘13. Tirei o ebook da Amazon, por ser gratuito e pequeno, com o objectivo de me motivar a ler em inglês.Confesso que das primeiras trinta páginas não consegui reter muito. Não sei se foi a adaptação à leitura ou se por esquecimento – dado que comecei em Novembro e só acabei agora – só sei que se tornou mais fácil e fluída à medida que ia lendo. Reparei que tenho o tique de sussurrar, como se o facto de experimentar as palavras me ajudasse a compreendê-las melhor, o que de certa forma acaba por ser uma mais-valia. Treino a leitura e a fala. Nas últimas cinquenta páginas já aconteceu o oposto. Li-as como se estivesse a ler um livro em português, parando ocasionalmente para clicar no kobo e verificar algumas palavras no dicionário.  Dei 2,5* no goodreads, isto porquê? Acabei por gostar, mais pela parte …

"Urbania", de Carlos Silva

Título:UrbaniaEditora/Edição: Autopublicação -Smashwords/ Fevereiro de 2013Páginas: 130Sinopse: Goodreads
De salientar que não me considero uma opinadora intensiva/detalhista, que opina sobre cada ponto que não gostou. Primeiro, por muito masoquista que seja, não chego a esse ponto, o de desmembrar exaustivamente cada elemento que tornou a leitura negativa/cansativa ou positiva/atractiva. Segundo, porque tenho uma péssima memória e mesmo que quisesse levaria meses para ler e outros tantos para analisar. Este livro provocou em mim um sentimento de frustração que há muito não tinha. Desde Perdidos (Rute Canhoto) que não sentia vontade de atirar com o livro – neste caso, com o kobo, por ser ebook – contra a parede. É que nem n’A Herdeira Acidental, lido também este ano e ao qual atribui 1*, senti isto. Talvez não tenha alcançado o cerne da questão e o que o autor quis transmitir com esta história. A ideia é interessante – uma cidade móvel sobreposta a Lisboa. Depois desta premissa, tudo s…

"Demência", de Célia Correia Loureiro

Título:DemênciaEditora/Edição: Alfarroba/ Novembro de 2011Páginas: 400Sinopse: Goodreads
Demência. Uma palavra que carrega tanto significado e que foi considerada tabu durante tanto tempo. Ainda o é, penso eu. Este é o primeiro romance que leio da jovem autora  -  não me estou a vangloriar, este meu parecer não podia ter vindo em melhor altura, hoje sai o seu terceiro romance, histórico por sinal, intitulado A Filha do Barão. Curiosamente, não costumo ler muitas opiniões de livros de autores portugueses. Prefiro criar as minhas expectativas, ou não criá-las de todo, e abrir o livro com a mente em branco. No entanto, com este foi diferente. Li algumas opiniões antes de me virar para ele, não na integra, consciente de estar a adiar o inevitável. Medo de me desiludir? Talvez… Porém, nos últimos quinze meses, ou mais, tenho lido o blog da autora, acompanhado a saga que é ser-se autor/escritor – com ela e com outros – e ganho um respeito por aqueles que se dignam a mostrar ao mundo o que es…

Retalho de Memórias 2#

Cá estamos de novo. Para fazer uma espécie de ponte, escreveste três passos simples a última vez que fizeste um retalho da tua memória:
Sentir – escrever- fazer acontecer
Parece um daqueles mantras positivistas que tanto te esforçavas por ignorar. E continuas a fazê-lo desde a última vez que verifiquei. Só que agora é diferente. Não é positivista, é… determinista? Fica a questão.

Hoje quiseste falar de liberdade. Um pouco mais do mesmo, portanto, mas pedes aos que te lêem que não digam a ninguém. Há-de ser um segredo só nosso, embora partilhado na internet e através da qual meio mundo consegue aceder. Fuck logic. Nunca percebeste e eu tão pouco.  
Há muito que andas para fazer uma coisa.Passear.
Riram-se, leitores? Não? Estranho, é que tu sim. E eu também. Ainda sinto o ressoar das tuas gargalhadas quando acabaste de escrever a palavra. Sempre te acompanhei nisso e sei que és a primeira a rir-se de ti. E quando dás uma queda? Ui! Dado que no último Retalho falaste de quedas, mas espi…